•  
  •  
 

Title

Colombian Schools under the Lens of a Socio-Critical Model: Tensions, Challenges, and Horizons

Titulo

A escola colombiana sob a lente de um modelo sócio crítico: tensões, desafios e horizontes

Resumen

Este texto de corte reflexivo explora as possibilidades do modelo pedagógico sócio crítico na escola contemporânea colombiana mediante as tensões que se geram entre algumas práticas naturalizadas na escola e outras que se desprendem à luz deste modelo. Questiona-se a visão mercantil que tem permeado o discurso educativo oficial. Pelo contrario, e em coerência com o modelo sócio crítico, se aposta por conceber a escola desde o seu poder transformador. Finalmente, sugere-se revisar os modos em que se constrói o currículo na escola colombiana e repensar os critérios com os que se selecionam os saberes escolares, com relação à concepção da escola pública como um projeto democrático de transformação social.

Palabras clave

modelo pedagógico, pedagogía crítica, currículo, maestros, autonomía

Abstract

This reflexive text explores the possibilities of a socio-critical pedagogical model in the contemporary Colombian school system through the tensions generated among some naturalized practices at school and others that emerge in the light of this model. The commercial look that has permeated the official educational discourse is questioned. By contrast, and consistent with the socio-critical model, school is conceived from its transforming power. Finally, it is suggested to review the ways in which the curriculum is built in the Colombian school system and to rethink the criteria by which school knowledge is selected in relation to the conception of the public school as a democratic project of social transformation.

Keywords

educational model, critical pedagogy, curriculum, teachers, autonomy.

Resumo

Este texto de corte reflexivo explora as possibilidades do modelo pedagógico sócio crítico na escola contemporânea colombiana mediante as tensões que se geram entre algumas práticas naturalizadas na escola e outras que se desprendem à luz deste modelo. Questiona-se a visão mercantil que tem permeado o discurso educativo oficial. Pelo contrario, e em coerência com o modelo sócio crítico, se aposta por conceber a escola desde o seu poder transformador. Finalmente, sugere-se revisar os modos em que se constrói o currículo na escola colombiana e repensar os critérios com os que se selecionam os saberes escolares, com relação à concepção da escola pública como um projeto democrático de transformação social.

Palavras clave

modelo pedagógico, pedagogía crítica, currículo, mestres, autonomia.

Digital Object Identifier (DOI)

https://doi.org/10.19052/ap.2675

Fecha de recepción

19 de enero de 2014

Fecha de aceptación

20 de febrero de 2014

Fecha de publicación

January 2014

Licencia Creative Commons

Creative Commons Attribution-Noncommercial-No Derivative Works 4.0 License
This work is licensed under a Creative Commons Attribution-Noncommercial-No Derivative Works 4.0 License.

Tipo de documento

Artículo de Investigación

Editorial

Universidad de La Salle. Ediciones Unisalle

Compartir

COinS